CIIR participa da marcha, em Belém (PA), para assistência a 14 milhões de pacientes no país com doenças raras

CIIR participa da marcha, em Belém (PA), para assistência a 14 milhões de pacientes no país com doenças raras

(2/3/2020) – O Centro Integrado de Inclusão e Reabilitação (CIIR), em Belém (PA), participou neste fim de semana da ‘Marcha Pelos Raros’, realizada na capital paraense. O evento acontece por ocasião do Mês da Conscientização das Doenças Raras. O objetivo é aprimorar o tratamento, acesso a medicamentos e assistência pelo Sistema Único de Saúde (SUS), a pacientes com as chamadas doenças raras, que mesmo tendo essa denominação atingem cerca de 14 milhões de pessoas no país. A ideia dos organizadores é reforçar a inclusão e garantia de direitos dos brasileiros que apresentam alguma síndrome rara.

O CIIR foi representado pela diretora executiva Paola Reyes e outros profissionais do centro. A realização do evento num dia 29 de fevereiro, um ‘dia raro’, não foi aleatória. A iniciativa existe desde 2008.  O Ministério da Saúde informou que entre 2015 e 2020, publicou 46 Protocolos Clínicos de Diretrizes Terapêuticas (PCDT) voltados para garantir as melhores práticas para diagnóstico, tratamento e monitoramento desses pacientes no âmbito do SUS, como Síndrome de Guillain-Barré, Esclerose Múltipla e as doenças de Crohn, Gaucher e Paget.

(Com informações de Ass. Imprensa / CIIR)