Unidades promovem Semana de Enfermagem e escolhem Colaborador Sorriso 2019 entre enfermeiros e técnicos
10 de maio de 2019
INDSH reúne em Belém (PA) diretores técnicos de unidades administradas para traçar plano de ação conjunto
17 de maio de 2019

Hospital de Ipixuna do Pará promove Semana de Higienização das Mãos e alerta população sobre importância da prática

(14/5/2019) – O Hospital Geral de Ipixuna do Pará (PA), por meio do Serviço de Controle e Infecção Hospitalar (SCIH), promoveu na semana passada campanha de Higienização das Mãos, envolvendo todos os funcionários com dinâmicas de perguntas e respostas, a fim de reavaliar e reforçar a prática, procedimento simples e capaz de evitar muitos casos de infecções hospitalares. Promovida em parceria com o Núcleo de Educação Permanente (NEP), da unidade, a ação impacta diretamente na qualidade da assistência prestada pela equipe multiprofissional do HGI e na garantia da segurança dos pacientes.

Realizado durante dois dias, nos diversos setores do Hospital, o jogo testou o conhecimento de funcionários dos três turnos. “O resultado foi muito positivo. Os colaboradores receberam muito bem a proposta de testar seus conhecimentos acerca do tema. Foi uma ação extremamente produtiva”, disse a enfermeira Brena Santos, coordenadora do SCIH.

O diretor executivo do Hospital Geral, Júlio Garcia, disse que a iniciativa representa o compromisso da equipe do HGI com a qualidade dos serviços prestados aos usuários. “Esta ação demonstra a nossa preocupação quanto à capacitação de nossos profissionais e a busca contínua por uma assistência com mais qualidade e segurança”, declarou.

Prática importante – O termo higienização das mãos engloba a higiene simples, a higiene antisséptica e a antissepsia cirúrgica ou preparo pré-operatório das mãos. A prática é importante porque as mãos de abrigam microrganismos e os transferem de uma superfície para outra, por contato direto, pele com pele, ou indireto, por meio de objetos. As mãos são o principal vetor de transmissão de bactérias e outros micro-organismos, seja na assistência prestada pelo profissional de saúde ou no contato com outras pessoas, durante as visitas.

O Ministério da Saúde estima que a taxa de infecção hospitalar no Brasil é 15%, mais alta do que em países da Europa e nos EUA, aonde o percentual chega a 10%. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o simples ato de lavar as mãos reduz em até 40% o risco de contrair várias doenças, como gripe, diarreia, infecção estomacal, conjuntivite e dor de garganta.

Com 20 leitos, o HGI oferece consultas ambulatoriais em cardiologia, infectologia, clínica médica e cirúrgica, além de exames complementares, cirurgias eletivas, internações e o pronto-atendimento 24 horas.

Serviço: O Hospital Geral de Ipixuna (HGI) fica na Rua Principal, s/n, bairro Centro, na sede municipal de Ipixuna do Pará. Mais informações pelo telefone (91) 3811-2631.

Por Mikaella Moraes.

Os comentários estão encerrados.