Unidade de Oncologia, em Tucuruí (PA), inclui a música como apoio no tratamento de pacientes dentro da campanha Março Lilás
22 de março de 2019
Hospital registra recorde de nascimentos e mães recebem flores e cestas de produtos de higiene em São Francisco do Sul
29 de março de 2019

Centro de Reabilitação, em Belém (PA), implanta PediSuit, terapia para crianças e adultos com deficiência motora e neurológica

Com diagnóstico de anoxia perinatal (causada por ausência ou diminuição de oxigênio no cérebro durante o nascimento), ela já recebe atendimento em Fonoaudiologia, Terapia Ocupacional, Hidroterapia, Psicopegadogia, Musicoterapia e, agora, o Pedia Suit com mais três outros usuários .

(Belém – 25/3/2019) – O Centro Integrado de Inclusão e Reabilitação, em Belém (PA), administrado pelo INDSH, passa a oferecer a terapia de PediSuit, protocolo de terapia intensiva que melhora o desenvolvimento motor, o reforço muscular, o equilíbrio e a coordenação do indivíduo com disfunções neurológicas. A terapia vem rendendo resultados positivos em crianças com paralisia cerebral, atraso do desenvolvimento motor, síndrome de Down, deficiências ortopédicas e neurológicas, hipotonia, autismo, acidente vascular encefálico, entre outros.

A utilização do PediSuit se dá por meio do uso do macacão (suit) e da chamada ‘Gaiola de Atividades’. O mecanismo cria um suporte para que o corpo seja alinhado, gerando uma descarga de peso essencial para a regulação do tônus muscular, pelo ajuste das tiras elásticas.

“É quase uma dedicação exclusiva”, diz a coordenadora da Fisioterapia Monizze Carleto, ao revelar a triagem de crianças com potencial para andar, mas que ainda não caminham.

O diretor Executivo do Centro de Reabilitação, José Batista Luz Neto, ressalta que o PediaSuit é uma terapia complementar. “Será oferecida para usuários que já estão inseridos nos programas de reabilitação e com indicação para tal”, comentou. O protocolo é desenvolvido no CIIR por Monizze Carleto, pela fisioterapeuta Natália Coelho e  pela terapeuta ocupacional Waléria Cristina Hipólito.

(Por Vera Rojas).

Os comentários estão encerrados.