CIIR comemora Dia do Braile: ‘ato de ler é inclusão social’

CIIR comemora Dia do Braile: ‘ato de ler é inclusão social’

O Centro Integrado de Inclusão e Reabilitação (Belém / PA) celebrou no dia 4 de janeiro o Dia Mundial do Braille, enfatizando a disponibilidade de uma biblioteca inclusiva com cerca de 200 títulos em braile, coordenada pela bibliotecária Denise Morais.

Usuário: mais de 200 títulos em braile em espaço de 65m².

O espaço possui 65m² e acervo de cerca de 200 livros em Braille. Segundo Denise, o sistema de Braille foi criado para dar um suporte ao acesso à informação e mais independência à pessoa cega, por meio da leitura. “Assim como quem enxerga, realiza uma leitura e viaja na história que está lendo, criando imaginações de um personagem, roteirizando uma cena, a pessoa cega também pode sentir isso por meio dos livros em Braille”.  

A profissional é uma das facilitadoras na biblioteca e destaca que o local também é uma inserção da pessoa cega na cultura. “O ato de ler é uma inclusão social que insere qualquer ser humano a conhecer costumes, países e etnias. A partir da informação, a pessoa pode se movimentar na sociedade”.   

(Com informações da Ass. de Comunicação do CIIR / Foto: Freepik / CIIR).