CIIR cria treinamento físico para projeto Meninos do Rio

CIIR cria treinamento físico para projeto Meninos do Rio

O Centro Integrado de Inclusão e Reabilitação (CIIR / Belém / PA) divulgou uma novidade no projeto ‘Meninos do Rio’, criado em 2019 para prática da canoagem à Pessoas com Deficiência: o treinamento com hidroterapia e mecanoterapia nas piscinas da unidade. O projeto-piloto, realizado semanalmente, surgiu da necessidade de preparar fisicamente os cerca de 25 usuários do projeto para a atividade esportiva, realizada duas vezes por mês na Baía do Guajará, ao lado do CIIR. As ações são coordenadas pelos preparadores físicos Mayara Moreira e João Mário Rodrigues.

Piscina do CIIR: atividades de mecanoterapia melhoram tônus, postura e controles musculares.

De acordo com educadora física, Mayara, uma das idealizadoras do projeto ‘Meninos do Rio’, a preparação física desses usuários foca o trabalho cardiorrespiratório, fortalecimento muscular dos membros superiores e inferiores e controle de tronco; além da socialização do grupo para a prática da canoagem.

Entre os vários benefícios do treinamento, a profissional destaca que a maioria dos PcDs é sedentário. “Proporcionamos uma atividade física adaptada,  visando trabalhar em grupo, trabalhando a socialização, interação em grupo dos participantes, melhorando o sistema cardiorrespiratório, fortalecimento muscular  e o controle de tronco”.

Mayara explica que o projeto surgiu da percepção da necessidade de preparar esses usuários fisicamente. “A gente não conseguia dar mais de duas voltas, o que exige fortalecimento muscular. É isso que estamos oferecendo com o treinamento”, frisou.

O educador físico João Mário Rodrigues, que também realiza treinamento aos usuários nas piscinas do CIIR e na canoa, ressalta que essa atividade contribui para melhoria da qualidade de vida e condicionamento físico. “Nos treino, ensinamos  técnicas de nado e salvamento para a maior segurança de todos na atividade de canoagem no rio. Ressaltamos ainda a importância do uso de  colete”.

O profissional informa que o treinamento é complementado com atividades de mecanoterapia para melhora do tônus muscular, amplitude movimento, melhora de marcha, condicionamento físico, postura corporal e ganho sobre o controle do tronco.

(Com informações da Assessoria de Comunicação do CIIR).