Delphina Aziz é terceiro maior hospital do Brasil em oferta de leitos de UTI para pacientes com Covid-19

Delphina Aziz é terceiro maior hospital do Brasil em oferta de leitos de UTI para pacientes com Covid-19

(8/3/2021) – O Hospital Delphina Aziz (Manaus/AM) tornou-se o terceiro hospitail do Brasil com mais leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), com os dez novos leitos abertos no sábado, 6, pelo governo do Amazonas.

A unidade hospitalar tem agora 180 leitos de UTI, vinte deles abertos nos últimos sete dias. Desde o agravamento da pandemia pelo novo coronavírus no Amazonas, o Delphina Aziz se tornou referência para o tratamento da doença no Estado.

Com a expansão de leitos desta semana, o Delphina fica à frente de hospitais como o Hospital das Clínicas de São Paulo, o Hospital Municipal Ronaldo Gazolla, no Rio de Janeiro, e o Hospital Júlia Kubitschek, em Minas Gerais. As informações constam no Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES).

O secretário de Estado de Saúde do Amazonas, Marcellus Campêlo, destaca que, desde que se tornou referência para pacientes com Covid-19, a capacidade de atendimento em UTI do hospital foi ampliada em mais de 260%. “Só aqui no Hospital Delphina Aziz, saltamos de 50 leitos de UTI, antes da pandemia, para os 180 atuais. Com a abertura desses novos leitos de UTI, o hospital passa a contabilizar 471 leitos, nesse momento, exclusivos para atendimentos a pacientes com covid-19”, ressalta.

Histórico – O Hospital Delphina Aziz foi inaugurado em 2014. Quando a atual gestão assumiu, em 2019, apenas 30% de suas instalações eram utilizadas. O total de leitos na unidade era de apenas 136. Hoje o estabelecimento hospitalar opera com 100% de sua capacidade, com um total de 467 leitos – 180 de UTI e 287 clínicos.

Lista com os 10 primeiros hospitais com o maior número de leitos de UTI adulto para Covid-19, segundo o CNES:

1.      Hospital Estadual Dr. Jayme Santos Neves (Espírito Santo): 210 leitos;

2.      Hospital Municipal Josanias Castanha Braga (São Paulo): 196 leitos;

3.      Hospital da Zona Norte Delphina Aziz (Amazonas): 180 leitos;

4.      Hospital Municipal Brasilândia (São Paulo): 150 leitos;

5.      Hospital Municipal Ronaldo Gazolla (Rio de Janeiro): 143 leitos;

6.      Hospital Municipal Guarapiranga (São Paulo): 140 leitos;

7.      Hospital Regional Médio Paraíba Dra. Zilda Arns (Rio de Janeiro): 140 leitos;

8.      Hospital das Clínicas (São Paulo): 130 leitos;

9.      Hospital Estadual Leonardo Da Vinci (Ceará): 129 leitos;

10.    Hospital Júlia Kubitschek (Minas Gerais): 126 leitos.

(Com informações da Ascom / AM)