Hospital do Marajó, no Pará, implanta composteira para ter adubo natural em horta própria

Hospital do Marajó, no Pará, implanta composteira para ter adubo natural em horta própria

O Hospital Regional Público do Marajó, em Breves (PA), administrado pelo INDSH, implantou projeto para reduzir resíduos orgânicos e eliminar o uso de fertilizantes industrializados no cultivo da horta orgânica do hospital. Os resíduos orgânicos serão transformados em adubo natural a partir da construção de composteiras para a formação de adubo orgânico. O projeto foi elaborado pelo assistente administrativo Wilson Câmara Neto, com apoio da Universidade Federal do Pará, da nutricionista Simone Santa Brígida e da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA).

Os produtos colhidos na horta são utilizados na alimentação de funcionários, pacientes e acompanhantes, garantindo uma alimentação mais saudável.

A composteira é um rico ecossistema higiênico que ajuda a reduzir lixo e emissões de gases do efeito estufa. Permite transformar lixo orgânico em húmus e contribuir para um ambiente mais saudável. Segundo o site Ecycle, se todo o resíduo orgânico que é produzido no Brasil fosse tratado com compostagem seria possível evitar emissões de gás metano, produzir cerca de 37,5 tonelada.