HRPM e CIIR aderem à campanha Setembro Amarelo de prevenção ao suicídio

HRPM e CIIR aderem à campanha Setembro Amarelo de prevenção ao suicídio

O Hospital Regional Público do Marajó (Breves/PA) e o Centro Integrado de Inclusão e Reabilitação (Belém/PA) aderiram à campanha Setembro Amarelo, do Ministério da Saúde, de prevenção ao suicídio. Confira os detalhes.

HRPM

No HRPM, a ação de educação em saúde está voltada à equipe, usuários e acompanhantes, com realização de palestras nas áreas de atendimento, além de dinâmicas de mitos e verdades com assuntos relacionados à saúde mental e brincadeiras, como pular amarelinhas. A atividade foi iniciada pela terapeuta ocupacional Beatriz Garcia, que realizou alongamentos com os participantes, proporcionando um momento de maior descontração entre eles.

De acordo com a psicóloga do HRPM, Ruane Wana, a campanha Setembro Amarelo é muito importante para promover reflexões sobre as questões de saúde mental. ‘’Essas ações de políticas públicas são muito importantes para ofertar orientações, conversas, acolhimento, diálogos sobre a valorização da vida’’. A profissional ressalta ainda que no Brasil, de 10 casos de suicídio, nove poderiam ter sido evitados com ações efetivas tanto dos estados quanto dos municípios e demais entidades.

CIIR

No CIIR, ao longo do mês, serão realizadas abordagens nas áreas de atendimento da Instituição. Há também distribuição de material educativo. Segundo a Associação Brasileira de Psiquiatria – ABP, são registrados mais de 13 mil suicídios todos os anos no Brasil e mais de um milhão no mundo. Cerca de 96,8% dos casos de suicídio estavam relacionados a transtornos mentais. Em primeiro lugar está a depressão, seguida do transtorno bipolar e abuso de substâncias.

(Com informações das Assessorias de Imprensa das unidades).