Manaus: hospital inicia oferta de cirurgia de catarata

Manaus: hospital inicia oferta de cirurgia de catarata

O Hospital e Pronto-Socorro Delphina Aziz (Manaus / AM) iniciou na semana passada a oferta de cirurgias de catarata. O procedimento integra o Projeto Opera+, iniciativa de saúde pública do governo do Amazonas lançado no ano passado.

O procedimento faz parte do Opera+, projeto do programa Saúde Amazonas, executado pela SES-AM, que vai atender pacientes regulados, encaminhados por meio da Central Unificada de Regulação e Agendamento de Consultas e Exames (Cura). 

“A ampliação da oferta das cirurgias de catarata no Delphina Aziz, que possui estrutura e tecnologia de ponta para realizar os procedimentos, é uma determinação do governador Wilson Lima”, explica o secretário de Saúde Anoar Samad. “A unidade oferece todo o suporte ao paciente, desde a solicitação do exame até o acompanhamento pós operatório”.

e acordo com o diretor técnico do Complexo Hospitalar Zona Norte (CHZN), Leandro Moura, a realização do procedimento no hospital é feita de maneira completa, iniciando com a consulta oftalmológica e, posteriormente, encaminhamento para o procedimento cirúrgico. 

“Quando a cirurgia é agendada, nossa equipe faz o contato telefônico com o paciente, passando a data do agendamento e as orientações necessárias”, explica o médico. “Por esse motivo é importante que o paciente ao vir para a consulta, informe um número de telefone para que possamos fazer esse contato”, orientou.

O diretor executivo do CHZN, José Luiz Gasparini, avalia a oferta de mais essa especialização como um ganho para a população, de acordo com ele, o avanço da vacinação possibilitou o início do procedimento.

“A pandemia foi um evento que prejudicou o início de muitos projetos aqui no Delphina Aziz, porém com o avanço da vacinação e a estrutura que temos, foi possível darmos início aos procedimentos da cirurgia de catarata”.

Complexo – O Complexo Hospitalar Zona Norte está sob gestão do Instituto Nacional de Desenvolvimento Social e Humano (INDSH) desde abril de 2019, o Complexo é formado por duas principais unidades de saúde da capital amazonense, o Hospital Delphina Aziz, que é referência para tratamento da Covid-19, e a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Campos Salles.

(Com informações da Assessoria de Comunicação do CHZN).