Metropolitano: musicoterapia auxilia no tratamento de pacientes

Metropolitano: musicoterapia auxilia no tratamento de pacientes

Pacientes do Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE), localizado em Ananindeua, estão usando a música para combater sentimentos negativos trazidos pelo período de internação, entre eles estresse e ansiedade.

Por meio do projeto “Musicoterapia: um canto de amor”, iniciativa dos setores Humanização e Serviço de Atendimento ao Usuário (SAU), os voluntários do grupo Abecas Capelania Internacional cantam e tocam músicas e louvores com internados e profissionais de saúde.

De acordo com a psicóloga Emily Antunes, a atividade tem um importante papel no tratamento, principalmente de pacientes com longa permanência, já que precisam ficar longe do convívio de familiares e amigos.

“É importante mencionar que a musicoterapia pode agir fortemente no emocional dos pacientes, uma vez que a música tem diversas representações. Esse é um momento de descontração, de reconexão e a oportunidade de se distanciar um pouco dos processos que envolvem a internação”, explica.

A profissional acrescenta ainda, que durante o tratamento de traumas graves, perfil dos pacientes recebidos pelo HMUE, o apoio psicológico trazido pela atividade interfere diretamente no bom percurso do auxílio clínico. “Quando o paciente encontra um grupo que está passando pelos mesmos processos de tratamento, que, muitas vezes, exigem tempo gera uma sensação de proximidade e conforto. Isso age diretamente para uma recuperação mais rápida e efetiva”, complementa Emily.

(Com informações da Ass. de Comunicação do HMUE).