Pará começa pelo CIIR reorganização de Rede de Proteção ao Autismo no estado

Pará começa pelo CIIR reorganização de Rede de Proteção ao Autismo no estado

(27/8/2020) – A Secretaria de Estado de Saúde Pública do Pará iniciou pelo Centro Integrado de Inclusão e Reabilitação (CIIR), em Belém, o processo de reorganização da Rede de Atenção à Pessoa com Autismo no estado.

A primeira reunião entre a Sespa, por meio da Coordenação Estadual de Políticas Para o Autismo, e o CIIR, foi realizada na última sexta-feira (14). O encontro tratou não só sobre a ampliação de vagas e melhor aproveitamento dos espaços, mas principalmente para a adequação do atendimento à Lei nº 9.061/2020, assinada pelo governador Helder Barbalho, que instituiu a Política Estadual de Proteção dos Direitos da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista (PEPTEA).

Segundo a coordenadora estadual de Políticas para o Autismo, Nayara Barbalho, o atendimento de toda a rede precisa incorporar as práticas baseadas em evidências científicas.

Nayara Barbalho informou, ainda, que o Centro Especializado de Atenção ao Transtorno do Espectro Autista (Cetea), que está sendo construído, vai funcionar como um modelo de referência e o CIIR já vai iniciar a prática desse modelo.

A proposta da Coordenação Estadual é ampliar o número de usuários atendidos e implementar o atendimento baseado na Análise do Comportamento.

(Com informações da Secr. Estadual de Saúde do Pará).