Para ‘entrar em campo’, equipe do CHZN tem apoio fisioterápico e projeto de Qualidade de Vida

Para ‘entrar em campo’, equipe do CHZN tem apoio fisioterápico e projeto de Qualidade de Vida

(23/08/21) – O Complexo Hospitalar Zona Norte, que inclui o Hospital Delphina Aziz e a UPA Campos Sales (Manaus/AM), implantaram dois projetos internos com objetivo de prevenir doenças ocupacionais das equipes de trabalho.

O ‘Cuidando de Quem Cuida’ oferece atendimento fisioterapêutico a partir de encaminhamento do médico do Trabalho. Já o Ginástica Laboral atende a Norma Reguladora 17. A avaliação foi que a necessidade dessas ações se acentuou com as pressões da pandemia de covid sobre o dia a dia dos profissionais. Com a equipe em plenas condições, o atendimento para o paciente também fica melhor.

O projeto da laboral foi implantado em maio, com o objetivo de melhorar a qualidade de vida dos colaboradores, visando trabalhar o desenvolvimento da musculatura para evitar o surgimento de doenças ocupacionais. De acordo com a fisioterapeuta Karla Souza, os esforços repetitivos ou má postura no dia a dia de trabalho podem provocar problemas de saúde nos colaboradores, por esse motivo a ginástica foi inserida no hospital e, hoje, após adequações, o projeto evoluiu.

A ginástica laboral acontece diariamente nos setores administrativos e assistenciais, com a realização de exercícios que utilizam técnicas de respiração, alongamento e correção de postura, despertando no colaborador o uso racional do corpo como principal ferramenta de trabalho e, cuidando por meio de atividades físicas promovendo a capacidade de autocuidado para que se possa evitar doenças ocupacionais.

Nesse contexto, a fisioterapeuta explica a importância da Ginástica Laboral, que acabou proporcionando a implantação de um outro projeto que, já havia sido pensado anteriormente, o Projeto Cuidando de Quem Cuida.

O projeto, consiste no atendimento fisioterapêutico para todos os colaboradores das duas unidades que compõem o Complexo Hospitalar Zona Norte (CHZN) que apresentarem qualquer tipo de quadro álgico (dor) agudo ou crônico, não sendo necessário ser consequência de doenças ocupacionais. Com a pandemia da Covid-19, a necessidade de se ter um projeto assim, se acentuou ainda mais. Hoje, o projeto é uma realidade para os colaboradores do Complexo. 

“O outro projeto que estamos trabalhando é o Cuidando de Quem Cuida, esse projeto consiste no atendimento de fisioterapia para os colaboradores encaminhados pelo Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho do CHZN (SESMT). O colaborador é avaliado pelo médico do Trabalho e encaminhado para a fisioterapia, onde é feito a avaliação e iniciado o tratamento conforme as orientações para cada caso clínico. Esses dois projetos são essenciais para a qualidade de vida do colaborador, neles conseguimos trabalhar a prevenção no surgimento de doenças ocupacionais e também o cuidado que o colaborador necessita, sem que ele precise se ausentar do trabalho”, enfatizou Karla.