UPA implanta novo sistema informatizado de Prontuário do Paciente

UPA implanta novo sistema informatizado de Prontuário do Paciente

Já está em funcionamento o novo sistema informatizado que facilitará o trabalho de médicos e enfermeiros na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e Pronto Atendimento Infantil (PAI) do Santa Paula. A partir de agora, o prontuário médico do paciente, que antes era preenchido manualmente, passará a ser eletrônico e proporcionará mais segurança e agilidade no atendimento.O programa vem sendo implantado gradativamente nos últimos meses e contou com a participação de médicos, enfermeiros, farmacêuticos e profissionais de tecnologia da informação para ser elaborado. Devido ao perfil de atendimento da UPA, destinado aos casos de urgência e emergência, o objetivo principal da informatização é facilitar e melhorar a comunicação entre a equipe.Desta forma, quando o paciente chega até a unidade e faz o cadastro na Recepção, a enfermagem recebe os dados no sistema e o chama para realizar o primeiro atendimento na classificação de risco.  Ao lançar informações como temperatura, pressão arterial e histórico de saúde, por exemplo, com base no protocolo definido, o enfermeiro indica o grau de risco e a prioridade do atendimento, dando preferência aos casos mais graves.

Na etapa da consulta, o médico consegue visualizar as informações prévias anotadas pelo enfermeiro e diagnosticar o paciente de uma forma mais precisa. Além disso, nas próximas vezes que o paciente for atendido na UPA, já haverá um histórico dos atendimentos anteriores, que é um dado importante para a avaliação médica.

Outra novidade é em relação à prescrição de medicamentos. Se o paciente precisar ser medicado na UPA, o pedido é enviado via sistema diretamente para a Farmácia, que consegue preparar e liberar a medicação para a equipe de enfermagem. Antes da informatização, todo o processo era feito de forma manual e era preciso levar a prescrição impressa até a Farmácia para pegar a medicação. Com o novo processo é possível ganhar tempo e reduzir os riscos.

Segundo a diretora técnica da UPA, a médica Sandra Zattar, o sistema traz inúmeras melhorias ao processo, tanto para o paciente, quanto para o médico. “Como o sistema é integrado, o médico consegue acessar os atendimentos anteriores e melhorar o diagnóstico. Além disso, tudo fica registrado no sistema de forma segura”, destaca a médica. O Prontuário Eletrônico já está em funcionamento há alguns dias e todos os médicos da unidade já foram treinados, mas a diretora pede paciência aos pacientes, principalmente nesse primeiro momento. “Toda mudança passa por um período de adaptação, mas depois disso a tendência é que o sistema seja bom para todos”, completa.

A informatização do prontuário do paciente é uma tendência nos serviços de saúde do país e uma realidade em grande parte do mundo. Órgãos que atuam na divulgação de boas práticas de segurança na área da saúde recomendam o prontuário eletrônico com o objetivo de evitar erros comuns, como a interpretação da letra do profissional, por exemplo.

Com essa e outras ações, a UPA Santa Paula deseja consolidar um modelo de excelência na gestão assistencial e buscar uma certificação de qualidade na área da saúde, podendo se tornar a única UPA do Brasil com esse reconhecimento.